Franchising Portugal

A ideia do Franchising em Portugal não é nova. Aliás, é uma palavra que, com certeza, já terá ouvido algures: franchising.

O conceito de franchising em Portugal é, por isso, o mesmo que no resto do mundo. 

É uma relação de negócios entre duas entidades – o franchisador e o franchisado – independentes, tanto jurídica como financeiramente.

Na prática, o que acontece é que o segundo, o franchisado, passa a representar o primeiro, o franchisador, que concede o direito à utilização da sua imagem e do seu modelo de negócio, já desenvolvido e testado. 

Ou seja, o franchisado não só passa a poder utilizar uma marca já criada e pré-estabelecida, com os seus produtos e/ou tecnologias, como passa também a contar com apoio operacional e até comercial do franchisador.

Em Portugal, existem vários tipos de franchising.

 

Tipos de Franchising em Portugal

Em praticamente todas as áreas de negócio, existe um modelo de franchising em Portugal. 

Administração de condomínios, comércio especializado, ginásios, retalho alimentar, brinquedos e outro tipo de serviços são alguns desses exemplos, no qual se inclui também o vending.

Sempre que uma entidade abre um negócio de franchising em Portugal, passa a pertencer a uma rede de unidades do mesmo negócio que vai crescendo.

Pense em marcas como a McDonald’s, por exemplo. Se estiver a ponderar entrar no negócio do franchising em Portugal, ora aqui está uma hipótese.

A diferença é que o investimento inicial exigido é significativamente superior a outras oportunidades que, quando bem aproveitadas, requerem um menor investimento em troca de um lucro mais rápido, para além de outras vantagens que lhe são inerentes.

Mas antes de passarmos aí, vejamos como funciona.

 

Como funciona o Franchising em Portugal?

Em Portugal, o franchising é um contrato estabelecido entre duas partes: o chamado franchisador e o franchisado. Sobre o papel de cada um, em particular, falamos mais em baixo.

Em todo o caso, o franchisador – ou seja, a marca – disponibiliza ao franchisado a oportunidade de explorar a sua imagem, apoiado pela sua experiência e metodologias de trabalho.

Isto significa que não parte rumo ao desconhecido. Bem pelo contrário.

À sua disposição terá todas as informações e know-how necessários para que o negócio se torne um sucesso.

E este é o ponto que distingue o franchising em Portugal: é que é mesmo do interesse de ambas as partes que o sucesso se materialize.

Do lado do franchisado, ou seja, da entidade que pretende abrir um negócio próprio, é necessário um investimento mínimo que, no caso da Spot24h tem o valor inicial de 30 mil euros. 

Mas, entre outras coisas, como o apoio operacional, por exemplo, enquanto noutro tipo de franchising em Portugal é exigido o pagamento de royalties, isso não acontece na Spot24h.

Vejamos agora os papeis do franchisador e do franchisado, para melhor entender a relação entre um e outro.

Franchisador

O franchisador é, na prática, a entidade que desenvolveu o conceito e o modelo de negócio que permite a expansão desse mesmo conceito ao longo de um determinado território.

Ao franchisado é depois facultada toda a informação necessária para que abra o seu negócio, com esse mesmo conceito, apoiado pela expertise e conhecimentos entretanto adquiridos pelo franchisador.

 

Franchisado

O franchisado é o investidor.

Neste caso, aquele que procura ter um negócio rentável e com um investimento inicial menor.

Mediante esse investimento mínimo, estipulado pelo franchisador, este investidor passa então a ter o direito a comercializar o conceito, a imagem e o modelo de negócio desenvolvido e testado pelo franchisador, de quem recebe toda a informação e formação necessárias.

 

Vantagens de aderir a um Franchising em Portugal

As vantagens são quase óbvias. Mas são aquele tipo de vantagens que apenas se tornam óbvias depois de as lermos. 

A verdade é que muitas pessoas pensam em abrir o seu próprio negócio, mas raramente se lembram das oportunidades apresentadas por um franchising em Portugal.

E a primeira vantagem é mesmo essa. 

Imagine que quer abrir um negócio seu.

Vai ter de pensar num conceito. Num modelo de negócio. De como se vai diferenciar de tudo o resto que está à sua volta. 

Quanto tempo vai passar? Quanto terá de investir em estudos de mercado, por exemplo? Ou até na contratação de um designer para o seu logótipo; numa equipa de redes sociais? 

Tudo somado, o mais certo é que o investimento inicial o assuste. 

A vantagem principal de um franchising em Portugal é mesmo essa. E, no nosso caso, é muito particular.

 

Franchising Spot24H

Abrir um Spot24H requer um investimento mínimo, como em qualquer negócio.

Mas desafiamo-lo a fazer as contas: pense em tudo o que precisa para abrir o seu próximo negócio; e depois compare com a nossa oferta.

Para além disso, como vimos, quando abre um negócio de franchising em Portugal, está a aderir a uma rede e um modelo já testados

E isto quer dizer que pode saber de antemão em quanto tempo vai poder ter o retorno do seu investimento inicial: no caso da Spot24h, esse período varia entre os 18 e os 24 meses.

Volte a comparar com o seu plano de retorno esperado, no caso de estar a pensar em abrir o seu próprio negócio. 

Tem a certeza de que vai conseguir esse retorno em tão poucos meses? 

Marcas

Matutano
Sumol
Compal
Lipton
Pepsi
Ruffles
Lay's
Oreo
Chips Ahoy!
Kinder
Snickers
Mars
Twix
M&M's
Maltesers
Crunch
KitKat
Lion
Milka
Mikado
Skittles
Trident
Halls
Fini
Monster
Red Bull
Smoking
Durex
Control

Marcas

Matutano
Sumol
Compal
Lipton
Pepsi
Ruffles
Lay's
Oreo
Chips Ahoy!
Kinder
Snickers
Mars
Twix
M&M's
Maltesers
Crunch
KitKat
Lion
Milka
Mikado
Skittles
Trident
Halls
Fini
Monster
Red Bull
Smoking
Durex
Control
Subscreve a nossa newsletter
Quero abrir uma

SPOT 24H